Blogue

24-08-2018 12:18

Parâmetros do player incorporado do YouTube

Visão geral

Este documento explica como incorporar um player do YouTube em seu aplicativo e ainda define os parâmetros disponíveis nele.

Anexando parâmetros no URL do IFrame, você personaliza a experiência de reprodução em seu aplicativo. Por exemplo, é possível reproduzir vídeos de modo automático com o parâmetro autoplay ou de forma repetida com o parâmetro loop. Você também pode ativar a API JavaScript para o player com o parâmetro enablejsapi.

No momento, estão definidos nesta página todos os parâmetros aceitos em qualquer player incorporado do YouTube. A definição de cada parâmetro identifica os players que o aceitam.

Nota: É necessário que os players incorporados tenham uma Janela de visualização de pelo menos 200 px por 200 px. Se o player mostra controles, ele tem que ser grande o suficiente para exibir completamente os controles sem encolher a Janela visualização abaixo do tamanho mínimo. Recomendamos que players de 16:9 tenham pelo menos 480 pixels de largura e 270 pixels de altura.

Como incorporar um player do YouTube

Você pode usar qualquer método a seguir para incorporar um player do YouTube em seu aplicativo e especificar seus parâmetros. As instruções abaixo demonstram como incorporar um player que carregue um vídeo único. A seção a seguir explica como configurar seu player para carregar outros tipos de conteúdo, como playlists e resultados de pesquisas.

Incorporações do IFrame com tags <iframe>

Defina em seu aplicativo uma tag do <iframe> em que o URL src especifique o conteúdo que o player carregará, além de todos os outros parâmetros do player que deseje definir. Os parâmetros height e width da tag do <iframe>especificam as dimensões do player.

Ao criar o elemento <iframe> sem usar o IFrame Player API, você pode anexar os parâmetros do player diretamente no final do URL, cujo formato é:


		
 
https://www.youtube.com/embed/VIDEO_ID

A tag <iframe> abaixo carrega um player de 640 x 360 px que reproduz o vídeo M7lc1UVf-VE do YouTube. Já que o URL define o parâmetro autoplay como 1, o vídeo é reproduzido automaticamente assim que o player é carregado.


		
 
<iframe id="ytplayer" type="text/html" width="640" height="360" src="https://www.youtube.com/embed/M7lc1UVf-VE?autoplay=1&origin=https://example.com" frameborder="0"/>

Incorporações do IFrame usando IFrame Player API

Siga as instruções da IFrame Player API para inserir um player de vídeo em sua página da Web ou em seu aplicativo após o carregamento do código de JavaScript da API do player. O segundo parâmetro no construtor do player de vídeo é um objeto que especifica as opções do player. Dentro desse objeto, a propriedade playerVars identifica parâmetros do player.

Os códigos HTML e JavaScript, abaixo, mostram um exemplo simples que insere um player do YouTube no elemento da página que tem um valor de id de ytplayer. A função onYouTubePlayerAPIReady() especificada aqui é chamada automaticamente quando o código da IFrame Player API é carregado. Este código não define parâmetros do player nem outros manipuladores de eventos.


		
 
<div id="ytplayer"></div> <script> // Load the IFrame Player API code asynchronously. var tag = document.createElement('script'); tag.src = "https://www.youtube.com/player_api"; var firstScriptTag = document.getElementsByTagName('script')[0]; firstScriptTag.parentNode.insertBefore(tag, firstScriptTag); // Replace the 'ytplayer' element with an <iframe> and // YouTube player after the API code downloads. var player; function onYouTubePlayerAPIReady() { player = new YT.Player('ytplayer', { height: '360', width: '640', videoId: 'M7lc1UVf-VE' }); } </script>

Como selecionar conteúdo para reproduzir

É possível configurar seu player incorporado para carregar um vídeo, vídeos carregados pelo usuário ou resultados de pesquisa de determinada consulta.

A lista que segue explica essas opções:

  • Carregar um vídeo

    Para uma incorporação do IFrame, o ID do vídeo do YouTube para o vídeo que você deseja carregar é especificado no URL src do IFrame.

    
    			
     
    https://www.youtube.com/embed/VIDEO_ID

    Se estiver usando a API de dados (v3) do YouTube, você pode construir esses URLs de forma programática com a recuperação dos IDs do vídeo de resultados de pesquisarecursos de item de playlistrecursos de vídeo ou outros recursos. Depois de conseguir um ID do vídeo, substitua o texto VIDEO_ID nos URLs acima por esse valor para criar o URL do player.

  • Carregar uma playlist

    Configure o parâmetro listType do player como playlist. Além disso, defina o parâmetro list do player como o ID da playlist do YouTube que deseja carregar.

    
    			
     
    https://www.youtube.com/embed?listType=playlist&list=PLAYLIST_ID

    É necessário adicionar as letras PL no início do ID da playlist, conforme mostrado no exemplo a seguir:

    
    			
     
    https://www.youtube.com/embed?listType=playlist&list=PLC77007E23FF423C6

    Se estiver usando a API de dados (v3) do YouTube, você pode construir esses URLs de forma programática com a recuperação dos IDs da playlist de resultados de pesquisarecursos do canal ou recursos de atividade. Depois de recuperar um ID da playlist, substitua o texto PLAYLIST_ID no URL acima por esse valor.

  • Carregar vídeos enviados por um usuário

    Defina o parâmetro listType do player como user_uploads. Defina também o parâmetro list do player como o nome de usuário do YouTube cujos vídeos enviados você deseja carregar.

    
    			
     
    https://www.youtube.com/embed?listType=user_uploads&list=USERNAME
  • Carregar resultados de pesquisa referentes a uma consulta especificada

    Defina o parâmetro listType do player como search. Defina também o parâmetro list do player como o termo de consulta que você quer que seja carregado nos resultados da pesquisa do player.

    
    			
     
    https://www.youtube.com/embed?listType=search&list=QUERY

Parâmetros

Todos os parâmetros a seguir são opcionais.

Parameters

autoplay

Valores: 0 ou 1. O valor padrão é 0. Define se o vídeo inicial será ou não reproduzido automaticamente quando o player é carregado.

cc_load_policy

Valores: 1. O padrão é baseado na preferência do usuário. Definir esse parâmetro como 1 fará com que as legendas ocultas sejam mostradas por padrão, mesmo que o usuário tenha desativado as legendas.

color

Este parâmetro especifica a cor que será usada na barra de progresso do vídeo, no player, para destacar a quantidade de vídeos que o usuário já visualizou. Os valores válidos dos parâmetros são red e white e, por padrão, o player usará a cor vermelha na barra de progresso do vídeo. Acesse o blog de API do YouTube para mais informações sobre opções de cores.

Nota: configurar o parâmetro color como white desativará a opção modestbranding.

controls

Valores: 01 ou 2. O padrão é 1. Este parâmetro indica se os controles do player do vídeo serão exibidos. Para incorporações do IFrame carregando um Flash player, o parâmetro também define quando os controles serão exibidos no player e quando o player carregará:

 

  • controls=0 – Os controles não são exibidos no player. Para incorporações do IFrame, o Flash Player carrega imediatamente.
  • controls=1 – Os controles são exibidos no player. Para incorporações do IFrame, os controles são exibidos imediatamente e o Flash Player é carregado imediatamente.
  • controls=2 – Os controles são exibidos no player. Para incorporações do IFrame, os controles são exibidos e o Flash Player é carregado após o usuário iniciar a reprodução do vídeo.

 

Nota: os valores de parâmetro 1 e 2 oferecem uma experiência do usuário idêntica, porém, controls=2 traz uma melhoria de desempenho com relação a controls=1 para incorporações do IFrame. No momento, os dois valores ainda geram algumas diferenças visuais no player, como tamanho da fonte do título do vídeo. No entanto, quando a diferença entre os dois valores se torna praticamente invisível para o usuário, o valor padrão do parâmetro pode variar entre 1 e 2.

disablekb

Valores: 0 ou 1. O padrão é 0. Definir como 1 desabilita os controles de teclado do player. Os controles do teclado são os seguintes:

 

  • Barra de espaço: Reproduzir/Pausar
  • Seta para a esquerda: Voltar 10% no vídeo atual
  • Seta para a direita: Avançar 10% no vídeo atual
  • Seta para cima: Aumentar o volume
  • Seta para baixo: Diminuir o volume

 

enablejsapi

Valores: 0 ou 1. O valor padrão é 0. Configurar este parâmetro como 1 ativará a API Javascript. Para mais informações sobre a API Javascript e como utilizá-la, consulte a documentação da API JavaScript.

end

Valores: um número inteiro positivo. Este parâmetro especifica o tempo, medido em segundos, desde o início do vídeo, quando o player deve parar de reproduzir o vídeo. O tempo é medido do início do vídeo, não do valor do parâmetro start do player nem do parâmetro startSeconds, usado nas funções da API do Player do YouTube para carregar ou consultar um vídeo.

fs

Valores: 0 ou 1. O valor padrão é 1, que ativa a exibição do botão de tela cheia. Definir este parâmetro como 0 impede que o botão de tela inteira apareça.
 

hl

Define o idioma da interface do player. O valor do parâmetro é um código de idioma de duas letras ISO 639-1, embora outros códigos de entrada de idioma como tags de idioma IETF (BCP 47) também possam ser tratados adequadamente.

O idioma da interface é utilizado para dicas de ferramenta no player e também afeta a faixa de legenda padrão. É possível que um idioma da faixa de legenda diferente seja selecionado pelo YouTube para um determinado usuário com base nas preferências individuais de idioma do usuário e na disponibilidade das faixas de legenda.

iv_load_policy

Valores: 1 ou 3. O valor padrão é 1. Definir como 1 fará com que as anotações do vídeo sejam exibidas por padrão, enquanto definir como 3 fará com que elas não apareçam.

list

O conteúdo que será carregado no player é identificado no parâmetro list combinado com o parâmetro listType.

 

  • Se o valor do parâmetro listType for search, o valor do parâmetro list especifica a consulta de pesquisa.
  • Se o valor do parâmetro listType for user_uploads, o valor do parâmetro list identifica o canal do YouTube, cujos vídeos enviados serão carregados.
  • Se o valor do parâmetro listType for playlist, o valor do parâmetro list especifica o ID da playlist do YouTube. No valor do parâmetro, é necessário adicionar as letras PL no início do ID da playlist, conforme mostrado no exemplo a seguir:
    
    							
     
    https://www.youtube.com/embed?listType=playlist&list=PLC77007E23FF423C6

 

Nota: se você especificar valores para os parâmetros list e listType, não será necessário que um ID do vídeo seja especificado no URL das incorporações do IFrame.

listType

O conteúdo que será carregado no player é identificado pelo parâmetro listType combinado com o parâmetro list. Os valores dos parâmetros válidos são playlistsearch e user_uploads.

Se você especificar valores para os parâmetros list e listType, não será necessário que um ID do vídeo seja especificado no URL das incorporações do IFrame.

loop

Valores: 0 ou 1. O valor padrão é 0. No caso de um único player de vídeo, uma configuração igual a 1fará com que o player reproduza o vídeo inicial repetidamente. No caso de um player de playlist (ou player personalizado), o player reproduzirá a playlist inteira e, em seguida, começará novamente a partir do primeiro vídeo.

Nota: este parâmetro tem suporte limitado no player AS3 e nas incorporações do IFrame, que pode carregar tanto player AS3 quanto HTML5. No momento, o parâmetro loop funciona somente no player AS3 quando usado com o parâmetro playlist. Para reproduzir um vídeo repetidamente, defina o valor do parâmetro loop como 1 e o valor do parâmetro playlist como o mesmo ID do vídeo já especificado no URL da API do player:

						
 
https://www.youtube.com/v/VIDEO_ID?version=3&loop=1&playlist=VIDEO_ID

modestbranding

Este parâmetro permite usar um player do YouTube que não exiba o logotipo do YouTube. Defina o valor do parâmetro como 1 para impedir que o logotipo do YouTube seja exibido na barra de controle. Um pequeno rótulo de texto do YouTube ainda aparece no canto superior direito de um vídeo pausado quando o ponteiro do mouse do usuário passa sobre o player.

origin

Este parâmetro fornece uma medida de segurança adicional para o IFrame API, sendo aceito apenas em incorporações do IFrame. Usar a API do IFrame significa que você definiu o valor do parâmetro enablejsapi como 1. Sempre especifique seu domínio como o valor do parâmetro origin.

playlist

Valor é uma lista de IDs de vídeos separados por vírgulas a ser reproduzida. Se você especificar um valor, o primeiro vídeo a ser reproduzido será o VIDEO_ID especificado no caminho do URL, e os vídeos especificados no parâmetro playlist serão reproduzidos em seguida.

playsinline

Este parâmetro controla se os vídeos são reproduzidos in-line ou em tela cheia em um player HTML5 no iOS. Os valores válidos são:

 

  • 0: este valor faz com que a reprodução seja feita em tela cheia. Atualmente é o valor padrão, ainda que o padrão esteja sujeito a alterações.
  • 1: este valor define a reprodução in-line para UIWebViews criada com o parâmetro allowsInlineMediaPlayback como TRUE.

 

rel

Valores: 0 ou 1. O valor padrão é 1. Este parâmetro indica se o player deve exibir vídeos relacionados quando a reprodução do vídeo inicial acaba.

showinfo

Valores: 0 ou 1. O valor padrão do parâmetro é 1. Se você definir o valor do parâmetro como 0, o player não exibirá informações como título do vídeo e remetente antes de o vídeo começar a ser reproduzido.

Se o player estiver carregando uma playlist e você definir explicitamente o valor como 1, ao carregar, o player também exibirá imagens em miniatura dos vídeos na lista. Essa funcionalidade é aceita apenas no player AS3, o único capaz de carregar uma playlist.

start

Valores: um número inteiro positivo. Este parâmetro faz com que o player comece a reproduzir o vídeo em um número determinado de segundos a partir do início do vídeo. Assim como na função seekTo, o player buscará o keyframe mais próximo ao tempo que você especificar. Isso quer dizer que, algumas vezes, o marcador da reprodução pode chegar até um pouco antes do tempo solicitado, não mais do que dois segundos, em geral.

 

09-09-2017 15:01
Crie drives USB bootáveis facilmente

[rufus screenshot]

Rufus é uma ferramenta que ajuda a formatar e criar flash drives USB bootaveis, como pendrives, USBkeys, cartões de memória e etc.

Rufus será especialmente util em casos onde:

  • Você precisa criar uma mídia de instalação USB a partir de ISOs bootaveis (Windows, Linux, UEFI, etc.)
  • Você precisa trabalhar em um hardware que não possui sistema operacional (OS) instalado
  • Você precisa rodar um BIOS ou outro firmware a partir do DOS
  • Quer executar programas de baixo nível

 

Apesar de pequeno, Rufus fornece tudo que você precisa!

Ah, e Rufus é rápido. Ele chega, por exemplo, a ser 2 vezes mais rápido que 

Download

Ultima atualização 2017.07.31

 

Requisitos do sistema:

Windows XP ou posterior, 32 ou 64 bit. Uma vez baixado o aplicativo está pronto para o uso.

Aproveito esta oportunidade para expressar minha gratidão aos tradutores que tornaram possível, tanto para Rufus quanto para esta página, serem traduzidos para vários idiomas. Se você pode usar Rufus em sua própria língua deve agradecer a eles.

Uso

Baixe o executável e abra – nenhuma instalação é necessária.

O aplicativo possui uma assinatura digital que deve ser:

  • "Akeo Consulting" (v1.3.0 ou posterior)
  • "Pete Batard - Open Source Developer" (v1.2.0 ou anterior)

 

Notas sobre o suporte DOS:

Se você criou um USB bootavel com DOS e usa um teclado não americano, Rufus tentará selecionar um modelo de teclado de acordo com a localização do seu sistema. Neste caso FreeDOS, que é a seleção padrão, é recomendado. Ele é sugerido em preferencia à MS-DOS, pois suporta mais modelos de teclados.

Notas sobre o suporte de ISOS.

Todas as versões de Rufus desde V1.1.0 permitem a criação de um USB bootavel a partir de umaimagem ISO (.iso).

Criar uma imagem ISO através de um disco físico ou de um grupo de arquivos é algo fácil de fazer, mas através de um aplicativo de gravação de CDs, como CDBurnerXP ou ImgBurn que são disponibilizados gratuitamente.

Notas sobre suporte UEFI e GPT:

Desde as versões 1.3.2 Rufus suporta tanto UEFI quanto GPT como mídia de instalação. Ou seja, você pode instalar Windows 7, Windows 8 ou linux completamente em modo EFI.
Todavia Windows Vista ou posterior é necessário para suporte UEFI/GPT completo. O sistema operacional Windows XP, devido às suas limitações, restringe a criação de drives UEFI bootaveis no modo MBR.

Perguntas frequentes:

As perguntas frequentes sobre Rufus estão disponíveis AQUI.

Para enviar um feedback, reportar um erro ou solicitar melhoras, favor usar o github issue tracker . Ou você pode enviar-me um e-mail.

Licença

GNU General Public License (GPL) versão 3 ou superior.
Você está livre para distribuir, modificar ou até vender o software, desde que respeite a licença GPLv3.

Rufus é produzido de modo 100% transparente, através de seu código-fonte, usando um ambienteMinGW32.

Alterações

  • Versão 2.16 (2017.07.31)
    • Add an audiovisual cue on completion/error
    • Add a workaround for ISOs using nonstandard Rock Ridge extensions (looking at you Kali Linux!)
    • Notify user when an ISO is broken or truncated
    • Notify user if other processes are accessing the drive before format
    • List processes that are locking a drive on failure
    • Improve verbosity of the Windows To Go process
    • Other fixes and improvements
  •  
  • Outras versões

Código-fonte

 

  • Rufus 2.16 (2.4 MB)
  • Alternativamente você pode clonar o git repositório usando:
    $ git clone git://github.com/pbatard/rufus
  • Para mais informações veja: github project.

Se você é desenvolvedor sinta-se encorajado a contribuir com Rufus e enviar patches.

 

Doações

Tenho sido perguntado constantemente a respeito disso. Não há botão de doações nesta página.

A principal razão é que eu não sinto que o sistema de doações de fato ajude no desenvolvimento do software, e pior, pode se tornar um indutor de culpa para usuários que preferem não doar.

Se você faz questão, pode então doar para a Free Software Fundation. Eles são a razão principal pela qual softwares como Rufus são possíveis .

De qualquer forma, aproveito esta oportunidade para dizer muito obrigado pelo seu contínuo suporte e pelo entusiasmo para com este programa, eles são muito apreciados.

Mas por favor, sinta-se à vontade para continuar a usar Rufus sem culpa alguma a respeito de não contribuir financeiramente – isso nunca será necessário!

 

(1) Comparação de velocidade entre Rufus e outras aplicações

Os testes a seguir foram realizados em um computador Core 2 duo/ 4GB RAM Windows 7 x64. Com um controlador USB 3.0 e um pen drive 16 GB USB 3.0 ADATA S102 flash drive.

 

•  Windows 7 x64 en_windows_7_ultimate_with_sp1_x64_dvd_618240.iso

 

Windows 7 USB/DVD Download Tool v1.0.30 00:08:10
Universal USB Installer v1.8.7.5 00:07:10
UNetbootin v1.1.1.1 00:06:20
RMPrepUSB v2.1.638 00:04:10
WiNToBootic v1.2 00:03:35
Rufus v1.1.1 00:03:25

 

 

•  Ubuntu 11.10 x86 ubuntu-11.10-desktop-i386.iso

 

UNetbootin v1.1.1.1 00:01:45
RMPrepUSB v2.1.638 00:01:35
Universal USB Installer v1.8.7.5 00:01:20
Rufus v1.1.1 00:01:15

 

 

•  Slackware 13.37 x86 slackware-13.37-install-dvd.iso

 

UNetbootin v1.1.1.1 01:00:00+
Universal USB Installer v1.8.7.5 00:24:35
RMPrepUSB v2.1.638 00:22:45
Rufus v1.1.1 00:20:15

 

 

25-01-2017 12:17

O WhatsApp é padronizado para baixar imagens automaticamente utilizando sua conexão de dados celular para que você tenha acesso rápido às suas fotos mais recentes.

Para configurar o download automático de fotos, vídeos ou áudio, vá em WhatsApp > Botão Menu > Configurações > Uso de dados.

Nesse menu, você pode escolher quando você quer que o WhatsApp baixe os arquivos de mídia automaticamente.

Utilizando rede de dados celular

Arquivos de mídia selecionados serão baixados automaticamente quando você estiver conectado a uma rede celular.

Conectado a uma rede Wi-Fi

Arquivos de mídia selecionados serão baixados automaticamente quando você estiver conectado a uma rede Wi-Fi (a internet da sua casa, por exemplo).

Em Roaming

Arquivos de mídia selecionados serão baixados automaticamente quando você estiver em roaming.

Importante: Ativar o download automático de mídia em roaming pode resultar em cobranças elevadas, uma vez que o custo de dados em roaming é geralmente mais alto.

Os arquivos de mídia baixados automaticamente aparecerão na galeria de fotos do seu telefone. Para que o WhatsApp pare de exibir as imagens na sua galeria, nós recomendamos que você crie um arquivo .nomedia ou pasta dentro das suas pastas de imagens, áudio ou vídeo do WhatsApp. Você pode fazer isso utilizando um file explorer. Se você quiser reverter isso no futuro, você só precisará apagar a pasta .nomedia e os arquivos de mídia do WhatsApp voltarão a aparecer na sua galeria.

Aprenda mais sobre como configurar o download automático em: iPhone | Windows Phone | Nokia S40 | BlackBerry | Nokia S60 | BlackBerry 10

Abraços, 
Equipe de Suporte do WhatsApp

 

05-12-2013 20:49

O nosso novo blogue foi lançado hoje. Fique atento ao blogue para estar a par das novidades. Pode ler os novos posts via Feed RSS.